ÁGUAS LIVRES


Sou o comandante
do meu castelo!
Da conquista
subtraí a vontade
de existir
rumo às águas livres.
Durante muitos dias,
guardei a arma
como uma traquinice
perpetrada com vergonha.
Ficou o meu olhar
na libertação
escarlate,
o final da tarde.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s