O LIVRO QUE MAIS GOSTEI DE LER


Um pequeno convite para quem quiser participar, as regras são breves (quase inexistentes), bastando colaborar com a vossa opinião acerca do tema (vamos chamar-lhe Tweet 🙂 ) lançado a lume… Utilizem a janela de comentário logo abaixo para deixar as vossas respostas. E então qual foi o livro que mais gostaram de ler?

Anúncios

5 thoughts on “O LIVRO QUE MAIS GOSTEI DE LER

  1. Um dos meus livros preferidos talvez seja desconhecido de muitos “O Papalagui”, publicado em 1920, escrito por Erich Scheurmann, é intemporal e faz-nos pensar na quantidade de coisas fúteis que a civilização nos trouxe. Este relata as diferenças entre a cultura indígena e a do Papalaguí (Homem Branco), através de pequenos detalhes é possível verificar uma enorme diferença entre os modos de vida das duas sociedades, enquanto a tribo na qual Tuiaví pertence está em harmonia constante e equilibrada com a “mãe” natureza e com o Deus, o homem branco “vive em margens cada vez mais curtas” chegando ao ponto de se desconhecer a sí e aos que o rodeiam. É um livro pequeno mas enorme, pela reflexão que nos obriga a fazer acerca dos nossos valores.

    1. Sem dúvida um livro algo obscuro, mas muito interessante, até pela forma desinibida como aborda a superficialidade, já então evidente, da sociedade ocidental. Diria mesmo que “Papalaguiar” uma vez por dia, mal nenhum aos nossos governantes faria :)…

  2. Tenho de concordar consigo Fernando, é uma proposta que deixa espaço para diferentes interpretações. Curioso ter mencionado Richard Bach, Fernão Capelo Gaivota marcou um período das minhas preferências literárias. Tenho também outros títulos que parecem querer saltar para estas linhas mas o primeiro que me ocorre, Cem anos de solidão de Gabriel Garcia Marquez.

  3. Este tema, sobre o qual passo a agradecer a oportunidade de poder opinar, é em minha opinião merecedor de resposta multipla. Parto do postulado de que espaço e tempo convergem no momento. Assim sendo, direi;
    – Aos 18 anos, o livro que mais gostei de ler…foi “Ilusões” de Richard Back.
    – Aos 44 anos, o livro que mais gostei de ler.. foi “The Spontaneous Fulfillment of desire” de Deepak Chopra.
    – Noutros momentos, certamente, as respostas seriam outras…

    1. Também gosto muito de Fernão Capelo Gaivota de Richard Bach “Eu tenho a liberdade de ser eu mesmo, aqui e agora e nada me pode impedir”. Era muito nova quando conheci este livro e deixou marca até hoje. Mas realmente existem tantos outros que gostei de ler mas sem dúvida este foi o primeiro e como tal ficará para sempre na minha memória.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s