A OUTRA RAZÃO


A glória de Roma nas rugas de um velho
e o sábio confunde-se
com as batalhas travadas.
A história recorda palavras
como se imagens pudessem ser soletradas.

A liberdade na ponta de uma espada
ilumina o mundo. A candeia
da civilização, derrotou sonhos
em nome de outro sonho ainda maior,
como se as fantasias pudessem ser compradas.

Os jogos fizeram-se para ganhar ou perder,
os sorrisos, foram apenas o prelúdio,
no fim as mãos servem para aplaudir
ou amparar outras mãos.
Um beijo como uma prece,
pode trair a multidão.

As vestes da liberdade podem ter várias cores.
Ainda assim há na inocência
uma outra magia,
pode ferir os lábios de quem a esqueceu,
ou ser apenas outra forma de saber!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s